Flavia Moraes Arquitetura & Urbanismo
 
Av Jerônimo de Albuquerque, 2000
Moraes Center - Cohafuma
São luís-MA
http://flaviamoraes.arq.br
contato@flaviamoraes.arq.br
 

Responsabilidade Social: CASA de CORAÇÃO

Quarta-feira, 3 de Agosto de 2011

Pracinha Moderna – A hora do paisagismo!

 

Redescoberto pelo mercado imobiliário,
o paisagismo tem ido além dos jardins das mansões e dos centros culturais e
começa a ser item obrigatório nos planos de construção e revitalização de shoppings -
 inclusive aqueles direcionados à classe C.
Nos últimos 12 meses, a carioca Landscape dobrou o número de projetos para esses espaços,
que já respondem por 15% do faturamento da companhia.
Nesse período, um foi concluído, nove estão em andamento e
 há mais oito propostas em negociação.
Para Suzi Barreto, sócia da Landscape, jarros com dracenas
 e paredões verdes como o recém-instalado no Rio Design Barra
deixam os frequentadores do shopping mais à vontade,
enriquecem a tal da experiência de compra e, claro, estimulam as consumo.
 Benedito Abbud, que assina espaços verdes em shoppings desde os anos 1980,
 conta que, antigamente, vetavam-lhe as sugestões de melhoria para áreas comuns
 - diziam que corredores confortáveis demais afastavam os clientes das lojas
 e das mesas dos restaurantes.
A lógica hoje é diferente. “Os shoppings agora seguem o conceito da pracinha.
São pontos de encontro, lugar para ‘footing’.
A compra virou uma consequência do passeio, não o objetivo”, afirma.
 Ele acredita que o crescimento no número de projetos
como o do Brascan Open Mall, em São Paulo, com alguns espaços ao ar livre,
 é reflexo desse novo esforço para criar áreas de lazer.
Assim como o aumento da demanda por aromas artificiais
(de capim-cidreira, de eucalipto e outras ervas)
que tornem a natureza dos “malls” mais verossímil.
 
fonte:
Rodrigo Uchoa
02/08/2011
Valor Econômico

Você também vai gostar de ler...

11:44. Por Flavia Moraes
Comentários (0)
Categorias: Arquitetura, Projeto, Tendências
Tags:,

Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

Jardim Vertical

 Jardim Vertical, será que pega? 

A durabilidade é questionada, mas que é lindo ninguém duvida!

 Restaurante KAA, em São Paulo, projeto de Artur Casas, 

premiado pelo Instituto de Arquitetos de Los Angeles.

Jardim Vertical com mais de sete mil plantas

de espécies típicas da Mata Atlântica.

Jardim Vertical montado com vasos.

Opção  de jardim sem vasos aparentes.

  Jardim Vertical com placas de fibra de coco.

Placas de fibra de coco 

 

Como montar o seu jardim?

Uma solução são os painéis de fibra de coco

Um sistema em que a fibra do coco misturada à seiva da seringueira,

formam um  material que se converte em vasos, placas, mantas ou painéis.

Com esse material é possível construir um jardim vertical a baixo custo.

 Passo a Passo:

  1. Impermeabilize muito bem a parede que irá revestir. Existem produtos apropriados para isso.
  2. Escolha, segundo o tamanho da sua parede, a forma de aplicação, se painéis ou placas com vasos.
  3. Fixe as placas na parede usando parafusos.
  4. Se desejar, instale mangueiras de irrigação. Nesse caso consulte um especialista.
  5. Coloque terra, adubo e plante suas plantas preferidas da forma tradicional.

 

As plantas mais indicadas para criar volume e dar vista a um jardim vertical,

são os aspargos e as ripsalis, que quase nem precisam de terra.

Tem também as samabaias. Na medida que crescem,

 dão vista e fecham os espaços entre os vasos.

Mas você pode colocar as flores que desejar,

 como orquídeas, por exemplo, intercalando com os aspargos.

Dica da Vila do Artesão!

Você também vai gostar de ler...

10:02. Por Flavia Moraes
Comentários (2)
Categorias: Arquitetura, Projeto
Tags:, ,

Perfil

Arquitetura, Arte, Cinema, Música, Moda e afins...espero que gostem!
bjs,
Flavia Moraes

Busca

Posts

Categorias

Tags

Posts mais lidos

Blogroll

 

Julho 2017
S T Q Q S S D
« Fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31